Anotações & Informações | Índice | Fim pág | Voltar |


Alguns Dados Técnicos XV

| Índice do grupo | Página anterior | Próxima página |

Tópicos: Velocidades Máximas Recomendadas para Escoamento de Alguns Fluidos |


1) Velocidades Máximas Recomendadas para Escoamento de Alguns Fluidos

(Topo | Fim pág)

Fluido Material do conduto Velocidade m/s
Acetileno Aço-carbono 20 a 25
Ácido sulfúrico concentrado Aço-carbono 1,0 a 1,2
Ácido sulfúrico diluído Chumbo 1,0 a 1,2
Água de refrigeração de motores Acima de 2,0
Água fria: alimentação de caldeiras Aço-carbono 4,0 a 8,0
Água fria: aspiração de bombas centrífugas 1,0 a 1,5
Água fria: aspiração de bombas de pistão 0,8 a 1,0
Água fria: descarga de bombas centrífugas 2,0 a 3,0
Água fria: descarga de bombas de pistão 1,0 a 2,0
Água fria: linhas de abastecimento por gravidade 0,5 a 1,5
Água fria: linhas de recalque 1,0 a 2,5
Água fria: linhas industriais 2,0 a 3,0
Água para aquecimento: circulação forçada 0,5 a 2,0
Água para aquecimento: circulação natural 0,05 a 1,0
Água salgada Aço revestido 1,5 a 2,5
Água salgada Cobre / níquel 70-30 4,0
Água salgada Cobre / níquel 90-10 3,0
Água salgada Latão 1,5
Amônia (gás) Aço-carbono 25 a 35
Amônia (líquido) Aço-carbono 2,0
Ar comprimido: aspiração de compressores alternativos 15 a 20
Ar comprimido: aspiração e descarga de turbocompressores 20 a 25
Ar comprimido: descarga de compressores alternativos 25 a 30
Ar comprimido: insuflamento de fornos 12 a 15
Ar comprimido: linhas em geral Aço-carbono 15 a 20
Ar de ventilação: aspiração de ventilador 5,0 a 15
Ar de ventilação: circulação em ambientes 0,025 a 0,25
Ar de ventilação: descarga de ventilador 5 a 15
Ar de ventilação: dutos principais 3 a 11
Ar de ventilação: dutos secundários 2,5 a 8
Ar de ventilação: filtros 1,3 a 1,8
Ar de ventilação: grelhas de insuflamento 1,0 a 10
Ar de ventilação: grelhas de retorno 2,0 a 6,0
Ar de ventilação: tomada externa 3,5 a 6,2
Cloro gás Aço-carbono 15 a 20
Cloro líquido Aço-carbono 1,5 a 2,0
Gases de admissão motores Diesel 25 a 30
Gases de admissão motores Otto 10 a 20
Gases de escape motores Diesel 2 tempos 25 a 30
Gases de escape motores Diesel 4 tempos 35 a 40
Gases de escape motores Otto 2 tempos 10 a 15
Gases de escape motores Otto 4 tempos 15 a 25
Hidrocarbonetos líquidos: linhas de recalque Aço 1,5 a 2,5
Hidrocarbonetos líquidos: linhas de sucção Aço 1,0 a 2,0
Hidrogênio Aço-carbono 20
Óleos em lubrificação de motores 0,5 a 1,0
Soda cáustica sol até 30% Aço-carbono ou monel 2,0
Soda cáustica sol 30 a 50% Aço-carbono ou monel 1,5
Soda cáustica sol 50 a 75% Aço-carbono ou monel 1,2
Tetracloreto de carbono Aço-carbono 2,0
Vapor d'água saturado até 10 bar Aço-carbono 15 a 30
Vapor d'água saturado acima de 10 bar Aço-carbono 30 a 45
Vapor d'água superaquecido Aço-carbono 45 a 60
Fluido Material do conduto Velocidade m/s
Referências
Bouché, Ch. Leitner, A. Sans, F. Dubbel - Manual da Construção de Máquinas. São Paulo: Hemus, 1979.
Giek, Kurt. Manual de Fórmulas Técnicas. São Paulo: Hemus.
Macintyre, Archibald J. Instalações Hidráulicas. Rio: Guanabara, 1988.
Neto, José M. A. Manual de Hidráulica. São Paulo: Edgard Blücher, 1977.
Shell Brasil SA Petróleo. Tabelas Técnicas.

Topo | Rev: Ago/2018