Anotações & Informações | Índice | Fim pág | Voltar |


Temas Diversos M-I

| Índice do grupo | Página anterior | Próxima página |

Tópicos: Ilha de Evolução | Mulheres de Verdade | Rádios de Poste | Aniversário Obrigatório | Causa Impossível |


1) Ilha de Evolução

(Topo | Fim pág)

Em 20/10/2018, a revista Época publicou esta matéria sobre isenção do Estado e direitos sociais no Uruguai. Seguem os principais pontos, em ordem alfabética, comentados de forma resumida.

(∗) fonte nesta página
Descrição Ano de Adoção / Legalização e / ou Comentários
Aborto 2013 (somente para uruguaias)
Cannabis 2013 (consumo regulado apenas para residentes)
Corrupção O menor índice da América Latina
Crucifixos em repartições, escolas e hospitais públicos Não há
Democracia Melhor índice da América Latina
Direito à eutanásia 2009
Direitos de homossexuais 2010
Direitos de transexuais 2018
Distribuição religiosa aproximada 47% católicos, 40% sem religião, 10% protestantes, 3% umbandistas
Divórcio 1913
Feriados religiosos Natal é dito Dia da Família e semana santa é Semana do Turismo
Homicídios por 100000 habitantes (∗) 8,42 em 2016 (26,74 no Brasil)
Interesse pela leitura Maior índice de livros publicados por habitante na América Latina
Jornada de trabalho de 8 h/dia 1915
Liberdade de imprensa Melhor índice da América Latina
Voto feminino 1932 (pioneiro na América Latina)

Apesar do cerco geográfico de Argentina e Brasil, a sociedade uruguaia se destaca pela imparcialidade, ou seja, os donos da verdade só ditam ordens a quem neles acredita.


2) Mulheres de Verdade

(Topo | Fim pág)

Foi notícia, em 28/12/2018, o falecimento de Elisa Esther Maia Frota Pessôa aos 97 anos. Ela foi uma das primeiras mulheres no Brasil que se formaram em Física, no ano de 1942. Nessa época, o pensamento dominante dizia que mulher deveria ser do lar ou, quando muito, estudar coisas ligadas às ciências humanas. Mulheres eram consideradas incapazes de se desenvolverem em áreas que exigiam raciocínio lógico e aritmético.

Hoje no Brasil, a mulher pode estudar o que quiser, mas a herança desse passado continua parcialmente viva. Há uma imensa bancada no Congresso (quase todos homens fundamentalistas religiosos) que insiste em negar às mulheres direitos que, no mundo desenvolvido, são garantidos há várias décadas.


3) Rádios de Poste

(Topo | Fim pág)

Esses serviços de sonorização em espaços públicos podem ser vistos em todo o Brasil. Dia após dia transmitem suas propagandas, em geral de 09 às 19 horas, continuamente, sem interrupções por fins de semana e feriados. A lógica econômica deve ser esta: uma rádio se instala em uma região e, por exemplo, um restaurante começa a anunciar. Outros restaurantes da área, com receio de perder clientes, passam também a anunciar e a coisa se estende pelas demais atividades de comércio e de serviços. O negócio parece formar um mercado cativo de publicidade.

Rádio de poste

Quem tiver interesse de pesquisar, poderá ver que equipamentos são facilmente encontrados e que prefeituras em todo o Brasil estão regulamentando o serviço como se fosse um avanço ou benefício para a sociedade.

Os exploradores do serviço e os poderes públicos certamente não procuram saber se as pessoas desejam ouvir propagandas de forma compulsória, fora do seu controle. Muitas áreas comerciais convivem com prédios residenciais, pessoas que lá trabalham são obrigadas a ouvir o que não querem durante praticamente toda a jornada. A isso, somam-se as sonorizações próprias de um sem número de lojas. Dizem que, no Brasil, temos o Estado de Direito, mas ainda falta muito para o Estado de Respeito.


4) Aniversário Obrigatório

(Topo | Fim pág)

Periodicamente, a cada ano de vida, as pessoas têm um dia muito especial: devem estar felizes, comemorar, receber cumprimentos e, em alguns casos, receber também presentes. A coisa parece ser uma lei inquestionável da natureza, aplicável e compulsória a todos. Para que ninguém deixe de saber, a data deve ser divulgada na máxima extensão. A figura a seguir é exemplo da busca de pessoas na rede interna de uma grande organização.

Obrigação de comemorar

A maioria das pessoas não percebe que isso é apenas uma crença, como religião, e, portanto, nem todos têm obrigação de gostar ou aceitar. Mas este é o problema da imposição social ou religiosa: as poucas pessoas que não concordam têm receio da rejeição ou imagem negativa caso se manifestem. No âmbito profissional, principalmente no setor privado, há um complicador adicional: os dissidentes podem ser vistos como não sintonizados com o grupo e, assim, marcarem pontos para a demissão.


5) Causa Impossível

(Topo | Fim pág)

Rigorosamente, os eventos reais são transformações que obedecem às invioláveis leis da conservação da matéria e da energia. Causa e efeito não passam disso, mas a expressão dá um sentido mais amplo, porque, em outras épocas, esses conceitos físicos não eram bem compreendidos. E a abordagem filosófica dá margem a um sem número de interpretações que só podem existir na imaginação humana.

Da realidade física, duas propriedades são facilmente identificadas:

(a) Causa e efeito são coisas da mesma espécie, que só podem ser matéria e energia.

(b) Uma causa precisa variar algum parâmetro seu para produzir um efeito, isto é, não pode ser imutável.

Mas há opiniões afirmando que o Universo teve uma causa dissociada da matéria / energia e que essa causa é imutável. Exemplo neste link. Antes de fazer isso, deveriam demonstrar que as propriedades (a) e (b) não são válidas.

Topo desta página |