Anotações & Informações | Índice | Fim pág | Voltar |


Sem Deuses II

(algumas considerações e razões sobre o modo ateísta de ser) | Índice do grupo |

Página anterior | Perguntas Incômodas | Pessoas a Mais, Crença Também | Pode Ter um Fim? |
Provas Abundantes? | Provas sem Pudor |
Redes Sociais & Ateísmo | Rejeição a Ateus - Brasil na Idade Média |
Sobre Bíblia | Sobre Milagres | Sobrevivendo no Mar da Imposição |
Valores Morais Precisam de Religiões? | Vida Extraterrestre? |

Esta página contém posições firmes e sem ofensas. Ninguém tem obrigação de concordar. Mas não se pode admitir que o estado brasileiro permaneça na era medieval, como um instrumento de imposição religiosa.

Perguntas Incômodas

(Topo | Fim pág)

Limites da fé

Os limites da fé são condicionados à realidade do comportamento humano e do Universo. Não há como escapar.

Fé é pavor da morte


Pessoas a Mais, Crença Também

(Topo | Fim pág)

• Não é preciso muito pensamento para deduzir que a população não pode crescer para sempre num planeta finito.

• Há uma razão de primitivismo econômico: mais gente na família, mais produção agrícola, mais renda. Mas religiões também incentivam porque querem crescer junto.

Resultado do crescer e multiplicar

• O Brasil mostra todo o seu subdesenvolvimento com o exemplo a seguir.

A microcefalia das crenças


Pode Ter um Fim?

(Topo | Fim pág)

Sem dúvida. O ateísmo adota o método científico e, assim, uma reformulação será inevitável se uma evidência conclusiva for apresentada. A figura a seguir ilustra um exemplo do que poderia acontecer.

Palavras de um deus sem intermediários


Provas Abundantes?

(Topo | Fim pág)

O criacionismo é um dos meios mais comuns para ajudar. Mas existem outros. Na lógica da imagem a seguir, (a) não implica necessariamente (b), mas conta-se com o lapso de racionalidade da maioria que, uma vez convencida de (a), julga a questão resolvida.

Sem provas consistentes para deuses

• Há inúmeras tentativas de se provar (a), mas nenhuma conclusiva. Encontram-se sempre omissões, lacunas de raciocínio, impossibilidades físicas. Seguem nomes de algumas, em geral denominadas argumentos. Seguem alguns exemplos: causal; cosmológico; da pressuposição do valor; da substância; do inconsciente; do milagre; do sentimento; epistemológico; ontológico; sobre humanidade; teleológico; utópico; etc.

Argumentos são enganosos

• Numa avaliação superficial, pode-se supor que, se há necessidade de tantas provas, nenhuma delas é forte o suficiente. Mas a maioria considera essa proliferação uma evidência definitiva (é a percepção emocional superando a racional, base de sustentação das crenças). A imagem acima mostra a fraqueza de uma das ditas provas.


Provas sem Pudor

(Topo | Fim pág)

• Se tudo exige uma causa, então o suposto criador do Universo também exige a sua e assim por diante. Crenças naturalmente não concordam e tudo se cria, tudo se inventa para justificar uma exceção.

Prova enganosa de um deus

• O argumento acima pode ser encontrado em textos de pessoas que subscrevem com o título de doutor. A inteligência humana poderia merecer melhor consideração.


Redes Sociais & Ateísmo

(Topo | Fim pág)

• No ateísmo há também extremistas e radicais. Possivelmente não são impositores como os religiosos, mas prejudicam a reputação da causa.

Prova enganosa de um deus

• Um exemplo negativo: certa vez um religioso em dúvida quis saber a opinião dos ateus. Alguém respondeu: você agora está ficando inteligente. É possível que a pessoa tenha retornado à sua religião diante dessa grosseria.

• Outro exemplo negativo: Cristãos são quase ateus porque só acreditam em um deus, entre os milhares das demais religiões. Absoluta falta de raciocínio.


Rejeição a Ateus - Brasil na Idade Média

(Topo | Fim pág)

Os dados da próxima imagem são extraídos de uma pesquisa do ano 2009 disponível neste site. Atualizações não foram encontradas, mas, diante do radicalismo crescente no Brasil, pode-se presumir que a situação de hoje não seja muito diferente.

Rejeição a ateus no submundo Brasil

Essa carência de raciocínio e de conhecimento pode ser confirmada quando se comparam proporções de pessoas sem religião (dados deste site) com índices de criminalidade de alguns países.

Mais ateus, menos bandidos

Nos Estados Unidos, informações deste espaço religioso admitem que ateus predominam no âmbito da Ciência. No caso de pessoas residindo em prisões, a coisa é bem distinta. A situação hipotética da figura a seguir pode então ser estabelecida.

Se todos os ateus fossem embora ...

Deve-se notar que dados de religiosidade apresentam flutuações na comparação entre diversas fontes. São possivelmente devidas a diferenças de métodos de pesquisas e diversidades culturais do significado de sem religião. Mas as tendências em geral se confirmam.

(∗) esse índice, muito abaixo da média, pode sugerir que uma parte de ateus se tornam religiosos depois de presos. Mas a coisa não deve ser significativa, em função da comparação de índices de criminalidade do gráfico anterior.


Sobre Bíblia

(Topo | Fim pág)

A imagem a seguir é uma bem-humorada comparação não muito distante da realidade.

O que fazer com bíblia


Sobre Milagres

(Topo | Fim pág)

• O organismo humano tem cerca de 37 trilhões de células que abrigam extensas macromoléculas orgânicas. Portanto, um sistema de muitas partículas que forma indivíduos da mesma espécie, mas não exatamente iguais em razão do comportamento estatístico.

• Se fosse possível quantificar, por exemplo, a capacidade de combater doenças dos indivíduos, haveria provavelmente uma maioria com valores concentrados em torno da média de uma distribuição gaussiana e, distante dessa média, poucas pessoas com capacidade excepcionalmente alta (ou baixa) de recuperação.

• Pode-se dizer então que há raras pessoas com capacidade de autocura de algumas doenças. Desde que a maioria apela à religião quando em estado grave, os poucos casos de recuperação são quase sempre atribuídos a milagres.

• Exemplo histórico recente foi dado pelo físico Stephen Hawking: diagnosticado ainda jovem com uma doença degenerativa, tinha expectativa de sobrevida inferior a 5 anos. Sobreviveu por mais 50. Era ateu, mas teria sido um milagre se fosse religioso.


Sobrevivendo no Mar da Imposição

(Topo | Fim pág)

O radicalismo religioso avança no Brasil e não há sinais de abrandamento no horizonte presumível. A falta de respeito é rotina (exemplo é uma praça próxima do local de trabalho do autor deste site: uma caixa de som na fachada de uma residência transmitindo, em volume alto, uma rádio religiosa durante o dia inteiro). Individualmente não há muitas opções, mas há ações que permitem suavizar ou mesmo resolver o incômodo.

• Alugando ou comprando um imóvel: é prudente verificar previamente se não há nas proximidades igrejas que possam incomodar, principalmente se for compra. Razoável também observar se não há espaços próximos que possam ser ocupados pela indústria da fé (galpões velhos, por exemplo).

• Compras em geral: nos shopping centers normalmente não há problemas. Mas, nos centros comerciais de grandes cidades, é comum ver os senhores da verdade pregando com suas superpotentes sonorizações. São mais ativos aos sábados pela manhã. Assim, pode-se evitar esse horário. Compras online são outra opção.

• Compras em supermercados: as grandes redes costumam respeitar, mas, nas médias e pequenas, são comuns aquelas músicas religiosas a todo o volume no início do expediente, para começar bem o dia. Evitar esse horário, portanto.

• Feriados religiosos: é preciso prestar atenção porque alguns costumam ter preparativos na véspera que, por exemplo, bloqueiam o trânsito.

• Mudança de país: opção válida principalmente para jovens. Na legalidade, depende de muito estudo e dedicação na área de formação, além de sólidos conhecimentos da língua inglesa e, bastante recomendável, de outros idiomas.

• Mulher em idade fértil: fazer o possível para evitar uma gravidez indesejada. Mas sexo é coisa emocional e anticoncepcionais podem falhar. Assim, para as que puderem, é prudente manter uma reserva financeira para a eventualidade do procedimento de interrupção em um país evoluído. Considerando o pouco tempo, deve-se manter passaporte em dia e prestar atenção às exigências do destino, como vacinação e outras.

• Redes sociais: procurar contatos com pessoas racionais (religiosos tolerantes inclusos), formando assim uma espécie de país desenvolvido virtual. Pelo menos pode amenizar a realidade de quinto mundo por aqui.


Valores Morais Precisam de Religiões?

(Topo | Fim pág)

• Em nenhuma hipótese. Mas a vida seria muito difícil e perigosa em uma sociedade completamente anárquica, sem normas de conduta.

• Pode-se, por exemplo, imaginar a angústia de viver em um grupo onde se pudesse matar ou roubar impunemente!

• Todos os valores morais podem ser estabelecidos com fundamento no conhecimento e no bom senso, sem necessidade de dizer que foram vontade de supostas entidades sobrenaturais.


Vida Extraterrestre?

(Topo | Fim pág)

• A pseudociência do Ufologia é incompatível. O método científico mostra-se lógico, isto é, não se observam impedimentos para vida em outros locais, mas nada foi confirmado até o momento.

• Pode-se supor que vida seja algo muito raro no Universo porque exige condições particulares para a formação e também um planeta em condições de sustentá-la.

• Devido à presumida dispersão da vida no Universo, é até possível imaginar que a espécie humana chegue ao fim sem resposta para essa questão.

Topo | Página anterior | Rev: Set/2020